sábado, 8 de julho de 2017

Pelvic Floor Optimal Posture Review ( Hab it)

  It is important to know that this is not a woman-thing :

Both men and women have a pelvic floor. In women, the pelvic floor is the muscles, ligaments, connective tissues and nerves that support the bladder, uterus, vagina and rectum and help these pelvic organs function. In men, the pelvic floor includes the muscles, tissues and nerves that support the bladder, rectum and other pelvic organs.
Pelvic floor dysfunction occurs in both men and women and includes problems such as: urinary and fecal incontinence, pelvic pain, sexual dysfunction and infertility.


sexta-feira, 30 de junho de 2017

Max(Maxiamiano de Sousa) imita Instrumentos

 Max, que nunca foi devidamente valorizado, era um artista brilhante e muito completo: compunha , cantava e tinha um  enorme sentido de humor .
 
Anos 70....  Tudo isto é  Jazz . Genial.



(...)
«Quando tinha uma ideia, ele ia a correr para o gravador e punha-se a debitar para lá umas notas e uns acompanhamentos, umas harmonias, porque não sabendo uma nota de música ele era homem de dizer, inclusivé ao grande maestro Jorge Machado, “eu imaginei isto assim: na,na,na tran!”. Ele construía isto tudo na sua cabeça, era uma coisa que estava na genética dele, porque já fazia desde miúdo».
Max tinha as ideias, mas José António Sousa (filho) lamenta que, por vezes, era mal acompanhado. «Ele não tinha dinheiro para pagar um escritor de música para escrever as composições e por isso chamava um maestro qualquer que escrevia o que meu pai dizia, depois aparecia o nome desse maestro junto ao nome do meu pai, quando aquilo era só do Max», revelou o filho do artista.
Por isso, quando Max começou a trabalhar com o maestro Jorge Machado a carreira do artista madeirense deu uma volta de 180 graus. José António Sousa salienta que o seu pai «teve a sorte de trabalhar com um homem digno e tenho que fazer justiça àquele grande maestro que já nos deixou. Ele disse ao Max que nunca na vida iria pagar mais um tostão por debitar uma obra». E o maestro passou para a pauta todas as ideias que Max tinha, a partir de uma determinada altura da sua vida.
(...)Max «não desenhava uma letra, era a mulher com uma quarta classe que lhe passava para o papel os poemas e depois ele assobiava para o guitarrista e alguém que percebia de música passava para a pauta (...)»
(ler mais em https://maximianodesousa.wordpress.com/)

Lou Donaldson - 'Whiskey Drinkin' Woman'


MUSICIANS :
Lou Donaldson, Dr. Lonnie Smith, Lionel Loueke, Kendrick Scott

Brian Eno on why he can't slow down


sábado, 17 de junho de 2017

Salvador Sobral & Júlio Resende - Regret (Alexander Search- FERNANDO PESSOA)

 Tão bonito....


"Numerosos são os exemplos de afinidade entre as obras que os pré-heterónimos possuíram e os textos que foram criando, um dos mais flagrantes sendo o poema «Regret», assinado por Search, proprietário de The Poetical Works of Lord Byron "
(  vale a pena ler mais em:
http://casafernandopessoa.cm-lisboa.pt/bdigital/index/assinaturas3.htm)


REGRET

I would that I were again a child

  And a child you sweet and pure,
That we might be free and wild
In our consciousness obscure;
That we might play fantastic games
 Under trees silent and shady,
That we might have fairy-book names,
I be a lord, you a lady.

And all were a strong ignorance
And a healthy want of thought,
And many a [prank?], many a dance
Our unresting feet had wrought;
And I would act well a clown's part
To your childish laughter winning,
And I would call you my sweetheart
  And the name would have no meaning.

Or sitting close we each other would move
With tales that now gone are sad;
We would have no sex, would feel no love,
Good without fighting the bad.
And a flower would be our life's delight
And a nutshell boat our treasure:
We would lock it in a cupboard at night
As in memory a pleasure.

We would spend hours and days like a wealth
Of goodness too great to cloy,
We would deep enjoy innocence and health
Knowing not we did enjoy...
Ah, what bitterest is is that-alone
Now one feeling in me I trace -
That knowledge of what from us hath gone
 And of what it left in its place.

Alexander Search ( Fernando Pessoa)