sábado, 27 de maio de 2017

A administração do tempo -Dinis Machado

 O excerto de um belíssimo texto  de Dinis Machado  sobre "a questão do tempo (...) aquela que estipula melhor  o que há de esquivo e penoso na efemeridade humana" .

Um relógio velhinho, velhinho, de aspecto curioso e particularmente vigilante. Nunca é  esquecido: muito estimado e tratado a tempo e horas.
Ilude, parece que tem vida ... Dizem que há quem tenha perdido a noção do tempo, por se  ter demorado a admirar o movimento contínuo daqueles olhos ao som dos ponteiros sempre a andar, a andar, sempre ...
 



"Olho o anúncio do relógio Omega. A vida não pára, fonte e foz, passar é a sua vocação - e o relógio fixa, ancorado no tempo, alheio a tudo: nove horas e treze minutos. Ou tem o mecanismo  escangalhado, ou esqueceram-se dele. Não administrado, ausente é a sua filosofia de pequenas rodas dentadas; ferrugenta e gasta, completamente inútil, a memória que não tem."
(Dinis Machado - Gráfico de Vendas com Orquídea
e outras formas de arrumar conhecimentos - 20 textos de 1977 a 1993- Lisboa, 1999, edições Cotovia ) 


video

sexta-feira, 26 de maio de 2017

Bobby McFerrin Walking on the beat

 "Keep to the beat when you go to work, and when you well work, stay on the beat."
Beautiful!

sexta-feira, 19 de maio de 2017

Leonard Cohen - Sound Of Silence ( Paul Simon, 1964)


Hello darkness, my old friend
I've come to talk with you again
Because a vision softly creeping
Left its seeds while I was sleeping
And the vision that was planted in my brain
Still remains
Within the sound of silence


In restless dreams I walked alone
Narrow streets of cobblestone
'Neath the halo of a street lamp
I turned my collar to the cold and damp
When my eyes were stabbed by the flash of a neon light
That split the night
And touched the sound of silence

And in the naked light I saw
Ten thousand people, maybe more
People talking without speaking
People hearing without listening
People writing songs that voices never share
And no one dared
Disturb the sound of silence


Fools, said I, you do not know
Silence like a cancer grows
Hear my words that I might teach you
Take my arms that I might reach you
But my words, like silent raindrops fell
And echoed in the wells of silence


And the people bowed and prayed
To the neon god they made
And the sign flashed out its warning
In the words that it was forming
And the sign said, the words of the prophets are written on the subway walls
And tenement halls
And whispered in the sounds of silence
Paul Simon

segunda-feira, 15 de maio de 2017

Gil Hedley, The Heart Dance

The body as an expressive, living, beating, and active being.
Just love it!



*Gil Hedley, Ph.D., founder of Integral Anatomy Productions, LLC, and Somanautics Workshops .

domingo, 14 de maio de 2017

AMAR PELOS DOIS -Salvador Sobral

 
 A simplicidade é a genuína sofisticação.



Se um dia alguém perguntar por mim
Diz que vivi p’ra te amar
Antes de ti, só existi
Cansado e sem nada p’ra dar

Meu bem, ouve as minhas preces
Peço que regresses, que me voltes a querer
Eu sei que não se ama sozinho
Talvez devagarinho possas voltar a aprender

Meu bem, ouve as minhas preces
Peço que regresses, que me voltes a querer
Eu sei que não se ama sozinho
Talvez devagarinho possas voltar a aprender

Se o teu coração não quiser ceder
Não sentir paixão, não quiser sofrer
Sem fazer planos do que virá depois
O meu coração pode amar pelos dois

Luísa Sobral

sexta-feira, 12 de maio de 2017

Dino d' Santiago - Jorge & Andresa - feat Familia Pereira (live)

Dino d' Santiago - Jorge & Andresa
Claudino Pereira, Lígia Pereira, Elísio Pereira - Voz
Batuque - Andresa e Jorge Pereira


HÁ MAIS DE MEIA-HORA


Há mais de meia hora
Que estou sentado à secretária
Com o único intuito
De olhar para ela.
(Estes versos estão fora do meu ritmo.
Eu também estou fora do meu ritmo).
Tinteiro grande à frente.
Canetas com aparos novos à frente.
Mais para cá papel muito limpo.
Ao lado esquerdo um volume da «Enciclopédia Britânica».
Ao lado direito —
Ah, ao lado direito!
A faca de papel com que ontem
Não tive paciência para abrir completamente
O livro que me interessava e não lerei.

Quem pudesse sintonizar tudo isto!

ÁLVARO DE CAMPOS ( 1935)
In Poesias de Álvaro de Campos. Fernando Pessoa. Lisboa: Ática, 1944

segunda-feira, 1 de maio de 2017

I might just stay away - Salvador Sobral

due to sound of your voice
and all the accidental things that can happen
i might just stay away,
before i find what my heart is after
due to the look in your eyes
and all the accidental things they can see
i might just stay away
before they even look at me

'cause someday
when i grow old
i'll be so glad
that i was strong and didn't
fall for those lips
fall for those eyes,
fall for the love of my life

Luisa Sobral




Composer: Luísa Sobral
Lyricist: Luísa Sobral
Singer : Salvador Sobral