sábado, 18 de outubro de 2014

Fado Triste - Vitorino

Belíssima canção da música portuguesa.
Embora aqui Vitorino cante para o álbum "Dia de Concerto" do grupo Rio Grande, o tema pertence ao álbum "Canção do Bandido"  onde se pode ler que "A Canção do Bandido" é o retrato fiel de quem sempre viu na música emoções e não modas..-"
Revejo-me nesta palavras. Música sem emoção não é.



Letra e musica de Vitorino

Shanelle Gabriel — Why I Love You on Def Jam Poetry

 Espantosa , a forma como esta mulher diz... fiquei rendida.



Canned Heat - On The Road Again

 Especialíssimo!
 
Jantar de rapazes, a pouca calma de sempre, euforia, cansaço, irritação de fim de dia .... e eis que um deles atira ao outro: 
- Cala-te! Pareces a peixeira de Aljubarrota!

Lorenzo Jovanotti Cherubini - Lugar Comum (Sergio Mendes)

Refrescante


domingo, 12 de outubro de 2014

Benjamen Zander - Leadership on Display

Heavily edited version of Benjamen Zander's 2008 Pop!Tech presentation for use in a university "Leadership" course.

With charismatic, subject expert, motivational leadership, Benjamen Zander transforms 15-year-old cellist Nikolai from a nervous and self-conscious student to a 'performer' before our very eyes.

 Inspiring ,Amazing, Wonderful , Beautiful.!
 Just love Benjamin Zendler and his work
(Quem não vir não sabe o que perde....) 






A propósito:

http://oculosdomundo.blogspot.pt/2012/01/o-maestro-jose-atalaya-da-minha.html





sábado, 11 de outubro de 2014

Do Tempo da Outra Senhora: Efemérides de Outubro (Nova versão)

 Um blogue com muito interesse:
Do Tempo da Outra Senhora: Efemérides de Outubro (Nova versão): 11 de Outubro A 11 de Outubro de 1895, pelas 5 da tarde, chega a Santiago do Cacém o primeiro automóvel a circular em Port...

quarta-feira, 8 de outubro de 2014

Jobim/De Moraes - Chega de Saudade - Rosa Passos/Yo-Yo Ma

Uma das minhas canções favoritas da Bossa Nova.....
Instrumental, voz,  interpretação... Que bonito que isto é!
    

A Briga



Afirmas que brigámos. Que foi grave.
Que o que dissemos já não tem perdão.
Que vais deixar aí a tua chave
E vais à cave içar o teu malão.

Mas como destrinçar os nossos bens?
Que livro? Que lembranças? Que papel?
Os meus olhos, bem vês, és tu que os tens.
Não te devolvo – é minha – a tua pele.

Achei ali um sonho muito velho,
Não sei se o queres levar, já está no fio.
E o teu casaco roto, aquele vermelho
Que eu costumo vestir quando está frio?

E a planta que eu comprei e tu regavas?
E o sol que dá no quarto de manhã?
É meu o teu cachorro que eu tratava?
É teu o meu canteiro de hortelã?

A qual de nós pertence este destino?
Este beijo era meu? Ou já não era?
E o que faço das praias que não vimos?
Das marés que estão lá à nossa espera?

Dividimos ao meio as madrugadas?
E a falésia das tardes de Novembro?
E as sonatas que ouvimos de mãos dadas?
De quem é esta briga? Não me lembro.

Rosa Lobato de Faria

domingo, 5 de outubro de 2014

Corinne Bailey Rae - Que Sera Sera -


Pela segunda vez publico uma versão  deste tema, cantado originalmente por Doris Day, que  me toca especialmente.



When I was just a little girl
I asked my mother, what will I be
Will I be pretty, will I be rich
Here's what she said to me.

Que Sera, Sera,
Whatever will be, will be
The future's not ours, to see
Que Sera, Sera
What will be, will be.

When I was young, I fell in love
I asked my sweetheart what lies ahead
Will we have rainbows, day after day
Here's what my sweetheart said.

Que Sera, Sera,
Whatever will be, will be
The future's not ours, to see
Que Sera, Sera
What will be, will be.

Now I have children of my own
They ask their mother, what will I be
Will I be handsome, will I be rich
I tell them tenderly.

Que Sera, Sera,
Whatever will be, will be
The future's not ours, to see
Que Sera, Sera
What will be, will be.

quarta-feira, 1 de outubro de 2014

Pois é

" É só pelos momentos em que estás na Lua que vale a pena viveres na Terra."
  In sexus veritas, de Pedro Chagas Freitas.